São Sebastião nesta quarta!

Nesta quarta-feira, dia 12 de Setembro, exibiremos um programa que homenageia um grande clássico do cinema brasileiro, A Margem (1967),  dirigido por Ozualdo Candeias. Nessa obra,  conhecemos duas histórias de amor que se passam à margem do Rio Tietê, um amor vivido também à margem da sociedade.

Os curtas a serem exibidos nesta sessão são também história vividas à margem. Em “Rap, o Canto da Ceilândia” (15 min, 2005), de Adirley Queirós, a música que é cantada principalmente por negros é analisada pelos próprios rappers que atestam essa marginalização. Já em “O Chiclete e a Rosa“ (13 min, 2002), de Dácia Ibiapina, acompanhamos a trajetória de menores de bar em bar vendendo rosas e chicletes e conhecemos o olhar de suas mães sobre essa realidade. E no curta “A Saga das Candangas Invisíveis” (15 min, 2008), de Denise Caputo, descobrimos a história de candangas que jamais ouvimos, as primeiras prostitutas do DF.

Essa sessão será especial, pois é realizada em parceria com o coletivo Radicais Livres S/A. Após a exibição dos filmes, o Skate Park de São Sebastião será palco de mais uma edição do Sarau Radical, com apresentações musicais, artísticas e poéticas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s