Aula de abertura oficina “O cinema e as cidades”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na primeira aula da Oficina “O cinema e as cidades”, realizada pelo Coletivo Muruá em parceria com a Caixa Cultural o professor Ciro Marcondes teve uma longa conversa sobre as primeiras maneiras que as câmeras capturaram as cidades. Com exibição de vários filmes como Haiti (Rudy Burckhardt, 1938),  “O homem com uma câmera” (Dziga Vertov, 1929), “Rain” (Joris Ivens, 1929)  e “Berlim: sinfonia de uma grande cidade”, (Walter Ruttmann, 1927), mostrando a influência das vanguardas no cinema.

Hoje teremos Daniela Marinho, diretora e produtora da cidade, que vai contar a história das salas de cinema de Brasília e sua identificação como símbolo da segregação cultural, já que nos dias atuais as salas de projeção estão em sua maioria no plano-piloto, dentro de shoppings a um custo bem alto. A oficina segue até sexta (9) e conta com a participação de integrantes de movimentos sociais, estudantes, produtores culturais, cineastas, cinéfilos e fotógraf@s.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s